8 Doenças Comuns nos Cavalos



Existem diversas doenças que ocorrem comumente nos equinos, o que causa diversas preocupações a seus criadores, sendo de extrema importância que os mesmos tentem evita-las de diversas formas.

Entretanto, se alguma doença for detectada, bastam os cuidados necessários aliados ao acompanhamento médico veterinário que o problema será resolvido, em maioria dos casos.

Doenças Comuns nos Cavalos

Doenças Comuns nos Cavalos

Vejam a seguir quais são as principais doenças que atingem os cavalos, e fique atento às características mencionadas:

Cólica equina

A cólica equina se caracteriza por fortes dores na região abdominal do animal, é proveniente de doenças no sistema digestivo ou em órgãos próximos a ele, a cólicas são classificadas como verdadeira ou falsa, dependendo dos sintomas apresentados pelo animal.

A cólica verdadeira é causada por dores na região intestinal e estomacal e esta associada à defecação anormal.

Já a falsa atinge o baço, rins e outros órgãos internos, diferenciando da verdadeira pela falta de defecação anormal.

O tratamento é feito com Sedecol e Banamine aplicados de forma intravenosa.

Gripe Equina

É transmitida por um vírus, ocorrendo em animais sadios em contato com enfermos. Tem bastante similaridade com à gripe humana, com presença de  tosse nos animais e/ou presença de líquidos nas regiões mucosas.

O tratamento é feito com dosagem de borgal, em torno de 25ml.

Encefalite

É popularmente chamada de falsa raiva, sendo também causada por um vírus, o qual ataca o sistema nervoso central,  os sintomas mais graves são:

  • visão comprometida;
  • perda de peso.

O tratamento é feito de acordo com os sintomas analisados pelo médico veterinário.

Anemia infecciosa

É também uma doença causada por vírus, a anemia infecciosa recebe o nome de febre dos pântanos e atinge animais de todas as idades, causando:

  • abatimento;
  • debilidade nas patas;
  • febre alta.

É transmitida por mosquitos e varejeiras.

Uma forma de prevenção é a aplicação de Phenodral.

Gurma

Trata-se de uma infecção bacteriana contagiosa, causado pela bactéria Streptococcus cusequi. Dentre os principais sintomas estão: alta temperatura,  pus nas narinas, falta de apetite e formação de abscessos na mandíbula e no pescoço.

Caso seja percebido algum dos sintomas, o animal deve ser isolado e chamar imediatamente um veterinário.

Enjoo de movimento

Provocado por longas viagens e possui sintomas semelhantes ao da gripe equina. Pode ser agravado por pneumonia e por ritmo respiratório aumentado.

Caso após uma longa viagem o cavalo ficar descolorado e apresentar febre alta, é recomendável chamar o veterinário imediatamente.

Diarreia equina

A diarreia no cavalo pode ocorre por alguma alteração na alimentação, por ansiedade ou stress, parasitas ou por alguma infecção por bactéria (como a salmonelose).

É transmissível caso haja contato do animal infectado com outros ou humanos, desta forma, o cavalo deve ser isolado e o cuidador deve higienizar as mãos no começo e no fim de cada contato com o mesmo.

Parasitas em cavalos

Os parasitos podem ser ingeridos no prado, as larvas passam por maturação no intestino e põem ovos que são eliminados pelas fezes, o animal deve ser isolado e o veterinário consultado.

Sendo importante ressaltar que a infecção não cuidada pode chegar a matar o animal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *